Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ebola faz a segunda vítima na Nigéria

País mais populoso da África tem sete casos confirmados da doença. Epidemia já causou mais de 900 mortes em quatro países

Autoridades de saúde nigerianas confirmaram nesta quarta-feira a segunda morte por ebola e outros cinco novos casos da doença em Lagos, a maior cidade do país. Com isso, total de pessoas infectadas na Nigéria subiu para sete.

A primeira vítima de ebola no país foi o americano Patrick Sawyer, morto em 25 de julho. Ele foi contaminado na Libéria e começou a apresentar sintomas da doença dentro do avião quando viajava para a Nigéria a negócios. A segunda vítima é uma enfermeira que ajudou a cuidar de Sawyer, segundo o Ministério da Saúde do país.

Ainda de acordo com as autoridades da Nigéria, todos os sete pacientes diagnosticados com o vírus ebola no país tiveram contato direto com Patrick Sawyer. Um deles é um dos médicos que participou do tratamento do americano.

Leia também:

Ebola: saiba qual é o risco de a epidemia chegar ao Brasil

Entenda por que o surto de ebola está fora de controle

A Nigéria é o quarto país afetado pelo atual surto de ebola na África Ocidental, considerado como a maior epidemia da doença desde a sua descoberta, em 1976. Os outros países afetados são Serra Leoa, Libéria e Guiné. Desde março deste ano, já foram registrados 1.711 casos de ebola e 932 mortes pela doença.

Não existe vacina ou um remédio que cure o ebola. A mortalidade da doença pode chegar a 90% – no surto atual, a taxa está em 56%. O vírus é transmitido de pessoa para pessoa principalmente a partir do contato direto com sangue, secreções e outros fluidos corporais.

(Com AFP)