Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Droga usada contra o diabetes pode reduzir risco de câncer

Em pesquisa clínica, o medicamento metformina se mostrou eficiente na redução dos riscos do câncer de mama

Uma droga de baixo custo que trata o diabetes tipo 2 tem se mostrado eficiente em prevenir o câncer de mama. Estudo publicado por pesquisadores americanos e coreanos no periódico científico PLoS One aponta que o medicamento metformina consegue evitar que uma série de substâncias químicas naturais e artificiais estimulem o crescimento das células desse tipo de câncer – evitando, assim, que a doença se desenvolva e se espalhe pelo organismo.

A pesquisa, conduzida por James Trosko, professor de pediatria da Universidade Estadual de Michigan, e colegas da Universidade Nacional de Seul, na Coreia do Sul, fornece evidências biológicas para pesquisas epidemiológicas anteriores de que o uso prolongado de metformina para o diabetes 2 reduz os riscos de cânceres associados ao diabetes, como o câncer de mama. “Pessoas com diabetes tipo 2 são conhecidas por terem alto risco de diversos cânceres associados ao diabetes, como o de mama, de fígado e o pancreático”, diz Trosko.

Pesquisa – Para o estudo, Trosko e colegas focaram no conceito de que o câncer se origina de células-tronco adultas humanas e que há diversas substâncias naturais e químicas que aumentam o crescimento das células mamárias cancerígenas. Usando placas de cultura, eles cultivaram tumores de mama em miniatura, que ativavam um certo gene das células-tronco (Oct4A). Os tumores foram, então, expostos ao hormônio estrogênio natural (um conhecido fator de crescimento para esse tumor) e a outras substâncias químicas artificiais, que promovem o aumento do tumor ou que interferem no sistema endócrino.

A equipe de pesquisadores descobriu que tanto o estrogênio quanto os demais químicos faziam os tumores aumentarem em tamanho e número. Entretanto, quando a metformina era adicionada, os tumores diminuíam. “Enquanto estudos futuros são necessários para entender a reação da metformina, nossa pesquisa revela a necessidade de determinar se a droga pode ser usada como prevenção para pessoas que não têm indicativos da existência de câncer”, diz Trosko.

A pesquisa não é a primeira a relacionar a metformina, originalmente prescrita para o tratamento do diabetes, à morte de tumores. Pesquisadores brasileiros já haviam descoberto sua utilidade para o tratamento de vários tipos de câncer, e espanhois descobriram que ela pode ser usada para prevenir a síndrome do ovário policístico.