Clique e assine a partir de 8,90/mês

Doria anuncia reabertura de ciclovia do Rio Pinheiros

A via, que estava fechada desde 21 de março por causa da pandemia, voltará a funcionar na segunda-feira, 3 de agosto

Por Da redação - Atualizado em 31 jul 2020, 17h56 - Publicado em 31 jul 2020, 14h12

O governador de São Paulo João Doria anunciou a reabertura da ciclovia da marginal do Rio Pinheiros para o dia 3 de agosto. A via estava fechada desde 21 de março por causa da pandemia.

“Toda a pista passou por uma completa reforma com revitalização do asfalto e da sinalização. Foram instaladas câmeras de segurança em toda a extensão. Seguranças presenciais estarão nessa ciclovia durante todo seu período de funcionamento, de segunda a domingo.”, disse, em coletiva de imprensa.

Ainda de acordo com o governador, na altura da estacão Vila Olímpia da CPTM foi instalada uma estação especial de apoio com banheiros adaptados a pessoas com deficiência. Também foi facilitada a acessibilidade para ciclistas adaptados. Em breve, será instalado um sistema de iluminação, o que permitirá o uso da ciclovia no período noturno. No entanto, não foi informado um prazo para isso acontecer.

Atualização do Plano SP

A região de Registro, no Vale do Ribeira, no interior de São Paulo, retrocedeu da fase amarela para a fase vermelha do plano de flexibilização da quarentena. Na etapa, é permitido apenas a realização de atividades econômicas essenciais. A nova classificação passa a valer a partir de segunda-feira, 3.

ASSINE VEJA

Os 10 fazendeiros que mais desmatam a Amazônia Leia em VEJA: Levantamento exclusivo revela os campeões da destruição. Mais: as mudanças do cotidiano na vida pós-pandemia
Clique e Assine

“Como vocês podem ver, os números nessa região foram muito diferentes. Nós atingimos 85% de ocupação de leitos e tivemos um aumento muito grande de internações e de óbitos, e é por isso que, nessa nova atualização, a região do Vale do Ribeira retrocede para a fase vermelha”, disse Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico do estado de São Paulo.

Continua após a publicidade

De praxe, as alterações de fase do Plano SP acontecem a cada duas semanas. Entretanto, podem ocorrer atualizações extraordinárias se houver necessidade de retrocesso.

LEIA TAMBÉM: Como diminuir o perigo de transmissão da Covid-19 ao sair do isolamento

Estabilização

Nas últimas 24 horas, foram confirmadas 287 novas mortes e 13.298 casos no estado. No total, São Paulo contabiliza 22.997 óbitos e 542.304 casos registrados desde o início da pandemia, no final de fevereiro.

“Nós estamos no platô e a única forma de sair dele é saber onde as pessoas que estão com coronavírus estão, para que a gente possa ter essa redução de internações e essa redução de óbitos e para salvarmos mais vidas”, disse Patrícia Ellen.

A taxa de ocupação de UTIs está em 64% no estado e em 62,1% na Grande São Paulo, o que representa uma leve queda em relação aos dados divulgados na quinta-feira, 30, quando as taxas eram de 65,1% no estado e 62,9% na Grande São Paulo. Entre os pacientes internados com diagnóstico confirmado ou suspeito de Covid-19, 5.509 estão em UTI e 7.765 em enfermaria, totalizando 13.274 pessoas.

Continua após a publicidade
Publicidade