Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Doria antecipa vacinação em SP

Aplicação de 1ª dose em adultos está prevista para terminar em 16 de agosto, imunização de adolescentes começa no dia 18 do mesmo mês

Por Giulia Vidale 28 jul 2021, 14h38

O governo do estado de São Paulo anunciou nesta quarta-feira, 28, a antecipação da vacinação contra Covid-19 de adultos e adolescentes. A conclusão da imunização dos adultos está prevista para 16 de agosto, quatro dias antes da estimativa anterior. Em seguida, no dia 18 de agosto, começará a vacinação dos adolescentes.

A reprogramação é fruto da chegada de mais 1,3 milhão de doses da CoronaVac, compradas pelo governo estadual para agilizar o Plano Estadual de Imunização (PEI).

Confira as novas datas de vacinação

Quem tem entre 28 e 29 anos poderá se vacinar a partir desta sexta-feira, 30. Aqueles de 25 a 27 anos poderão se imunizar a partir de 5 de agosto. As pessoas com idades entre 18 e 24 anos serão vacinadas entre 10 e 16 de agosto.

A imunização dos adolescentes de 12 a 17 anos será antecipada para 18 de agosto. A partir desta data, começa a imunização com a priorização dos grupos de risco, composto por jovens que possuem deficiências, comorbidades, gestantes e puérperas. Este grupo deve ser inteiramente vacinado com pelo menos uma dose até o dia 29 de agosto. Os demais adolescentes poderão se vacinar na sequência. Entre 30 de agosto e 5 de setembro será a vez dos que têm idade de 15 a 17 anos. Seguido daqueles de 12 a 14 anos, entre 6 e 12 de setembro.

O estado de São Paulo já aplicou mais de 35,5 milhões de doses, conforme dados do vacinômetro mantido pelo governo estadual. Mais de 76,1% dos adultos já receberam pelo menos uma dose da vacina.

Continua após a publicidade

Nova entrega ao Ministério da Saúde

Na manhã desta quarta, o Instituto Butantan liberou mais 1,5 milhão de doses da CoronaVac ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). “Com essa entrega de hoje, o Instituto Butantan e o Governo de São Paulo completam 61,649 milhões de doses entregues ao Programa Nacional de Imunizações”, disse o vice-governador Rodrigo Garcia. As vacinas liberadas hoje fazem parte do segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio.

Flexibilização

O governador João Doria também anunciou nesta quarta a flexibilização das medidas restritivas. A partir de sábado, 1º de agosto, os estabelecimentos comerciais poderão estender o horário de funcionamento até meia-noite e ampliar a ocupação para 80% da capacidade máxima. Demais medidas, como evitar aglomerações e obrigatoriedade do uso de máscaras, então mantidas.

Essa nova etapa da fase de transição ficará em vigor até o dia 16 de agosto. A partir do dia 17 de agosto está prevista a fase de retomada consciente, sem limite de horário ou ocupação.

Melhora nos índices

O avanço da vacinação permitiu a melhora dos índices da pandemia no estado. Nesta semana, em relação à anterior, houve queda de 20,6% no número de novos casos, -18,3% nas internações e -9,6% nos óbitos. Em comparação com o pico da segunda onda, em abril, as reduções desses índices foram de: -51,3% em novos diagnósticos, -62,7% nas internações e -57,1% nas mortes.

Atualmente, a taxa de ocupação das unidades de terapia intensiva está em 53% no estado e 49% na grande São Paulo. Estão hospitalizados 11.462 pacientes, dos quais 5.907 em UTI e 5.555 em enfermaria.

Continua após a publicidade
Publicidade