Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Diretor da OMS condena bombardeio a hospital em Gaza que matou 500

Tedros Ghebreyesus voltou a pedir que civis do território palestino sejam poupados da guerra e reversão da ordem de evacuação

Por Paula Felix Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 17 out 2023, 16h57 - Publicado em 17 out 2023, 16h49

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) , Tedros Adhanom Ghebreyesus, emitiu um posicionamento nesta terça-feira, 17, condenando o bombardeio ao Hospital Árabe Al Ahli, na região norte da Faixa de Gazaque causou a morte de, ao menos 500 pessoas, de acordo com o Ministério da Saúde palestino.

“Nós apelamos pela proteção imediata dos civis e aos serviços de saúde e pela reversão das ordens de evacuação”, disse, em sua conta no X (antigo Twitter). Na semana passada, em meio ao conflito entre Israel e o grupo terrorista Hamas, o exército israelense estipulou um prazo para que a população do norte do território da Palestina se deslocasse para o sul.

Em comunicado, o Ministério da Saúde palestino afirmou que o hospital foi atingido em um ataque aéreo coordenado por Israel e acusou o país de estar praticando um crime de guerra. O exército israelense emitiu nota informando que “hospitais não são alvo” e disse que episódio será apurado.

Segundo o escritório da OMS na Palestina, o hospital era um dos 20 da região norte que receberam ordens para evacuação dos militares de Israel e tinha não apenas pacientes e profissionais de saúde, mas pessoas que estavam abrigadas após abandonarem suas casas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.