Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dieta rica em gordura pode elevar risco de câncer de mama

Estudo encontrou relação entre consumo exagerado de gordura saturada e incidência de determinado tipo de tumor nas mamas

Alguns estudos científicos já encontraram uma relação entre o consumo de grandes quantidades de gordura e o risco de câncer de mama. No entanto, essa associação ainda não foi confirmada porque outras pesquisas chegaram a conclusões diferentes sobre o assunto. Agora, um novo trabalho pode ajudar a entender melhor de que forma a alimentação interfere na doença. De acordo com pesquisadores da Itália, consumir muita gordura, especialmente a saturada, está ligado ao aumento do risco de câncer de mama – mas apenas de alguns tipos do tumor.

Os especialistas chegaram a essa conclusão após observar que a incidência da doença é maior em mulheres que seguem esse tipo de alimentação do que entre as que ingerem menos gordura.

Leia também:

Cigarro eleva risco do tipo mais comum de câncer de mama

Ioga pode ser aliada no combate ao câncer de mama

Análise – O estudo, realizado pelo Instituto Nacional do Câncer da Itália, se baseou em dados de aproximadamente 337 000 mulheres de dez países europeus, que foram acompanhadas num período de onze a doze anos. Durante esse tempo, cerca de 10 000 participantes foram diagnosticadas com câncer de mama.

Segundo os resultados da análise, as mulheres que consumiam mais gordura, em comparação com as que menos ingeriam, apresentaram um risco 28% maior ter câncer de mama do tipo receptor de estrogênio positivo, cujo crescimento depende desse hormônio. O padrão foi o mesmo quando analisado o consumo apenas de gordura saturada, que é encontrada principalmente em alimentos de origem animal, como carne vermelha, manteiga e queijo.

No entanto, a alimentação parece não interferir no risco de as mulheres desenvolverem os tipos de câncer de mama que não possuem receptores de estrogênio – ou seja, quando o tumor não depende do hormônio para se desenvolver.

Segundo os autores do estudo, é possível que o consumo de muita gordura aumente os níveis de hormônios sexuais no corpo, o que ajudaria a explicar essas conclusões. No entanto, os resultados, publicados na edição deste mês do periódico Journal of the National Cancer Institute, ainda não permitem afirmar que a dieta rica em gordura é uma das causas para o câncer de mama. O que a pesquisa mostra é que existe algum tipo de relação entre gordura e a doença.