Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Diabetes causa uma internação a cada 24 minutos em SP

No Dia Mundial do Diabetes, levantamento mostra que 60 pacientes, em média, são internados por dia na rede pública estadual por complicações da doença

Por Da Redação 14 nov 2013, 11h43

A cada 24 minutos, uma pessoa é internada em algum hospital público de São Paulo por complicações do diabetes. É o que mostra um levantamento da Secretaria de Saúde do estado divulgado nesta quinta-feira, Dia Mundial do Diabetes.

De acordo com o órgão, entre janeiro em agosto deste ano, 14 222 pacientes foram internados na rede pública paulista por esse motivo, uma média de quase 60 pacientes ao dia. Em todo o ano de 2012, foram registradas 22 076 internações (61 por dia, em média) e, em 2011, 23 250 (64 por dia, em média).

Uma pesquisa recente mostrou que, no Brasil, 34% dos diabéticos não sabem se têm o tipo 1 ou 2 da doença. O dado é preocupante, uma vez que os problemas possuem causas, complicações e tratamentos diferentes.

Leia também:

Dieta rica em proteína animal aumenta risco de diabetes

O diabetes tipo 1 é uma doença autoimune, que ocorre quando o corpo passa a atacar o próprio organismo. Nesses pacientes, o pâncreas deixa de produzir quantidade suficiente de insulina, o hormônio que ajuda a controlar a taxa de açúcar no sangue. Pessoas com a condição precisam medir seus níveis de glicose várias vezes ao dia e repor a insulina por meio de injeções. O tipo 2 da doença, por outro lado, é uma consequência principalmente do excesso de peso, mas o fator genético também aumenta o risco da condição. Manter um peso saudável, praticar atividades físicas e não fumar são as melhores formas tanto de diminuir o risco da enfermidade quanto de evitar que ela se agrave.

Continua após a publicidade
Publicidade