Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Depois do Rio, outras quatro capitais suspendem vacinação contra Covid-19

Prefeituras aguardam envio de novas doses pelo Ministério da Saúde e priorizam quem já começou a ser imunizado

Por Ricardo Ferraz Atualizado em 24 jul 2021, 12h41 - Publicado em 24 jul 2021, 12h23

Por conta da falta de doses, quatro capitais tiveram de suspender a aplicação da vacina contra Covid-19: Belém , Salvador Campo Grande e João Pessoa. Nessas cidades, apenas as pessoas que precisam tomar a segunda dose do imunizante serão atendidas. Florianópolis aplica a primeira dose somente para gestantes, lactantes e puérperas. O Rio de Janeiro já havia anunciado que passa pelo mesmo problema de fornecimento.

Belém é um dos locais onde a vacinação está mais atrasada. A prefeitura anunciou que a campanha só será retomada na próxima quarta-feira, para quem tem comorbidades e tem entre 59 e 66 anos e precisa tomar a segunda dose da Pfizer. No Pará, apenas 34% da população recebeu a primeira dose, o que coloca o estado entre os três piores colocados no ranking da vacinação em todo país.

Nas demais capitais, quem precisa tomar a segunda dose pode se dirigir aos postos de saúde, seguindo as regras de cada local. A opção pela paralisação da primeira dose ocorre para não prejudicar quem já iniciou o processo de imunização.

As prefeituras aguardam o envio de vacinas por parte do Ministério da Saúde para voltar a convocar a população. Não há prazo definido. Em entrevista a Rádio CBN, o secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, afirmou que caso a capital fluminense recebe doses neste sábado, poderá retomar a aplicação da primeira dose dos imunizantes já na segunda-feira. Nesse dia 24, a prefeitura do Rio vacinaria pessoas de 35 anos ou mais em sistema de repescagem.

 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade