Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Covid-19: SP estabiliza o número de óbitos e especialistas projetam queda

Capital teve índices em queda nas últimas semanas, por outro lado, estado apresenta níveis cada vez mais acentuados

Por Mariana Rosário Atualizado em 1 jul 2020, 15h07 - Publicado em 1 jul 2020, 14h58

O secretário executivo do Centro de Contingência do Coronavírus em de São Paulo, João Gabbardo, anunciou nesta quarta-feira, 1º,  que a mortalidade por coronavírus atingiu estabilização no último mês de junho na capital paulista.

De acordo com dados oferecidos pelo especialista, essa estabilidade ocorreu durante as últimas seis semanas. Gabbardo apontou que levando em consideração dos dados acumulados até esta quinta-feira, é possível dizer que há tendência de queda do número de mortes nas próximas semanas.

Nas médias semanais apresentadas durante coletiva de imprensa, desde meados de maio as taxas semanais de mortes na capital flutuam entre cerca de 660 e 770 registros.

LEIA TAMBÉM: Máscaras caseiras: 11 erros comuns que favorecem o coronavírus

No interior, no entanto, as mortes ainda estão em curva ascendente. No mesmo período, o número de óbitos variou entre 658 e 1.158 registros.

Continua após a publicidade

ASSINE VEJA

Wassef: ‘Fiz para proteger o presidente’ Leia nesta edição: entrevista exclusiva com o advogado que escondeu Fabrício Queiroz, a estabilização no número de mortes por Covid-19 no Brasil e os novos caminhos para a educação
Clique e Assine

Vacina

Foi anunciado que já foram definidos os 12 centros de saúde que serão responsáveis pelos testes de fase 3, em humanos, da vacina chinesa CoronaVac para a Covid-19. O recrutamento contará com 9.000 voluntários, nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Brasília e Rio Grande do Sul.

Em SP, ficam responsáveis pelas análises entidades como o Hospital Albert Einstein, o Instituto Emílio Ribas e o Hospital das Clínicas.

Dados da doença 

De acordo com a Secretaria de Saúde, São Paulo atingiu os 289.935 casos confirmados de coronavírus e mais 15.030 óbitos. Ambas as médias estão dentro das projeções realizadas em maio pelo Centro de Contingência do Coronavírus.

Nas últimas 24 horas foram registrados 8.555 diagnósticos confirmados e 267 mortes.

Continua após a publicidade
Publicidade