Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Covid-19: Número de mortes diárias é inferior a mil por 70 dias seguidos

A última vez que mais de mil brasileiros vieram a óbito em 24 horas foi 18 de agosto; confira levantamento feito por VEJA

Por Matheus Deccache 27 out 2021, 21h15

Com 433 mortes por Covid-19 registradas nesta quarta-feira, 27, a média móvel de mortes chegou a 350,1 e completa mais um dia abaixo de 400, mantendo o recorde de maior período abaixo deste valor em toda a pandemia — 16 dias. Além disso, o número de vítimas fatais contabilizadas em 24 horas é inferior a mil desde 18 de agosto, há 70 dias — na ocasião, 1.064 brasileiros vieram a óbito em decorrência da doença. 

Desse modo, o índice segue em estabilidade pelo segundo dia consecutivo após 19 dias em patamar de queda. Já a média móvel de novos casos também segue a mesma tendência. Após duas semanas em declínio, o número de infectados no Brasil também segue estável por dois dias. Com 17.184 diagnósticos nesta quarta, o índice atingiu 12.240,0, segundo levantamento feito por VEJA.

O cálculo de médias móveis feito pelo levantamento de VEJA consiste em somar todos os registros dos últimos sete dias e dividir o total por sete. Assim, é possível ter uma visão ampla do atual momento da pandemia. Os gráficos ao final da matéria mostram a evolução diária da média móvel no Brasil, nas cinco regiões geográficas, nos 26 estados da Federação (mais o Distrito Federal) e nas 27 capitais do país.

Com 17.184 novos casos e 433 mortes, o Brasil chega a 21.766.168 diagnósticos de Covid-19 e 606.679 óbitos desde o início da pandemia.

Confira a média móvel da pandemia da Covid-19 no Brasil, nas cinco regiões do país e em todos os Estados:

Continua após a publicidade

Confira a média móvel da pandemia da Covid-19 nas 27 capitais brasileiras, separadas em suas regiões*:

Continua após a publicidade

Publicidade