Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Covid-19: dois casos suspeitos da nova variante em SP foram descartados

Outras duas análises devem ser divulgadas ainda hoje pelo Instituto Adolfo Lutz

Por Mariana Rosário Atualizado em 1 fev 2021, 12h44 - Publicado em 4 jan 2021, 11h58

O secretário de Saúde do estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou que dois casos suspeitos de infecção pela nova variante do coronavírus foram descartados após análises de amostras. Outros dois casos, estes detectados pelo laboratório Dasa no sábado (2), seguem em análise pelo Instituto Adolfo Lutz.

A linhagem chamada B.1.1.7 foi detectada inicialmente no Reino Unido e, de acordo com estudos locais, poderia ser até 74% mais contagiosa do que outras versões circulantes do vírus. Ainda não há informações, contudo, se o vírus é mais letal ou poderia acarretar desenvolvimentos mais graves da doença. Não é esperado que essa mutação influencie na capacidade de imunização das vacinas.

Gorinchteyn disse que os dois casos descartados foram de pacientes que testaram positivo para Covid-19 e estiveram no Reino Unido. O resultado das análises faltantes pelo Instituto Adolfo Lutz está previsto para sair nesta segunda-feira, 4.

Segundo o instituto, as análises preliminares feitas nas amostras não permitiram confirmar a presença da linhagem B.1.1.7. Por isso, foi solicitada ao laboratório Dasa que seja enviada uma quantidade maior de material genético para que o trabalho possa ser concluído até esta segunda.

Com Agência Brasil

Continua após a publicidade

Publicidade