Clique e assine a partir de 9,90/mês

Covid-19: com mais regiões reabertas, Doria prorroga quarentena até dia 30

Interior do estado de São Paulo passará por período de flexibilização da economia, com abertura de lojas de rua e shoppings

Por Da Redação - Atualizado em 10 jul 2020, 14h07 - Publicado em 10 jul 2020, 13h45

O governador do estado de São Paulo, João Doria, afirmou nesta sexta-feira, 10, que prorrogará a quarentena pelo sexto período, entre 15 e 30 de julho. Segundo estudos da gestão, o estado de São Paulo atingiu o desejado platô em número de mortes. Isto é, encerramento de altas exponenciais e fase de estabilização de novos registros fatais.

Um dos destaques da nova temporada de isolamento é o avanço de diversas regiões do interior para fases mais brandas de quarentena. Sorocaba, Bauru, Marília e Registro e Barretos, por exemplo, deixaram a fase mais rígida do isolamento para a um patamar mais leve, o laranja, onde é possível reabrir shoppings e lojas de rua, por exemplo.

ASSINE VEJA

Vacina contra a Covid-19: falta pouco Leia nesta edição: os voluntários brasileiros na linha de frente da corrida pelo imunizante e o discurso negacionista de Bolsonaro após a contaminação
Clique e Assine

Chama a atenção o caso da região de Registro, que passou do patamar mais restrito, o vermelho, diretamente para o amarelo, que prevê a abertura de bares, restaurantes, salões de cabeleireiro e, depois de semanas de estabilização nos dados epidemiológicos, cinemas e teatros.

A Baixada Santista, e praticamente toda a Grande São Paulo também estão na fase amarela, junto da capital paulista, que abriu lanchonetes, restaurantes, bares e relacionados na última segunda-feira, 6.  Campinas, FrancaRibeirão Preto e Araçatuba são as únicas regiões paulistas com quarentena no nível mais alto de restrições.

Continua após a publicidade

Academias

Na cidade de São Paulo o prefeito Bruno Covas autorizará a reabertura de academias a partir da próxima segunda-feira, 13. O funcionamento está autorizado por apenas seis horas diárias, com 30% de espaços ocupados e horários agendados para atividades individuais. O protocolo com regras previstas pela gestão será assinado ainda hoje.

Avanço da pandemia

Nesta sexta-feira, o estado de São Paulo chegou a 359.119 casos confirmados da doença e mais 17.442 óbitos durante toda a pandemia. Nas últimas 24 horas, o avanço do número de casos foi em 9.395 e de mortes foi 324 novos registros. Em comparação com a última sexta-feira, 10, houve redução de 5,5% em vítimas fatais e aumento de 12,7% em casos confirmados. Na data, os indicadores diários apontavam para 8.338 casos e 343 mortes.

Publicidade