Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Covid-19: Butantan divulgará eficácia da CoronaVac até dia 15

O governador João Doria confirmou a aplicação das primeiras doses do imunizante em janeiro; gestão estadual prepara programa local de vacinação

Por Mariana Rosário Atualizado em 3 dez 2020, 14h28 - Publicado em 3 dez 2020, 13h10

A eficácia da CoronaVac, vacina para Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Life Science em parceria com o Instituto Butantan, será divulgada até o dia 15 de dezembro, disse o diretor do centro de imunobiológicos brasileiro, Dimas Covas, em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, 3.

Na mesma reunião, o governador João Doria (PSDB) afirmou que, passada a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a vacinação dos paulistas deve ser iniciada ainda em janeiro. O governador disse que lançará na segunda-feira, 7, o programa estadual de imunização, um plano de segurança a ser usado caso o governo federal não inclua a CoronaVac no plano nacional de vacinação. A ideia deste projeto, disse o político, é imunizar a totalidade dos residentes do estado com os recursos de sua gestão. Para a operação inicial, estão estimadas 46 milhões de doses disponíveis até o início do ano que vem. Parte delas chegará ao país já em seringas.

De acordo com Covas, as primeiras doses  do imunizante começam a ser processadas no Butantan na próxima segunda, 7. Isso será possível porque nesta madrugada foram entregues 600 litros de insumos (ou seja, ingredientes) do imunizante a serem finalizados e envasados em São Paulo. A matéria-prima será suficiente para produzir 1 milhão de doses.

Publicidade