Clique e assine a partir de 9,90/mês

Covid-19: Brasil tem recorde diário e passa dos 900.000 casos, diz Saúde

Foram 34.918 diagnósticos positivos em 24 horas, a maior medição diária desde o começo da pandemia

Por Da Redação - Atualizado em 16 jun 2020, 18h44 - Publicado em 16 jun 2020, 18h31

O Ministério da Saúde atualizou nesta terça-feira, 16, os dados do avanço da Covid-19 em todo o Brasil. Batendo recorde diário de registros de casos em 24 horas, com incremento de 34.918 novos diagnósticos, o país chegou a 923.189 casos de coronavírus desde o início da pandemia. Em relação ao número de mortes, o país marcou 1.282 novos óbitos no mesmo período, chegando a 45.241 no total.

Incidência da doença em todo o país é de 493,3 pessoas a cada 100.000 habitantes. A taxa de letalidade está em 4,9%. Os números foram inicialmente divulgados pelo Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), às 18h, e confirmados pela pasta da Saúde cerca de 20 minutos depois.

ASSINE VEJA

Os desafios dos estados que começam a flexibilizar a quarentena O início da reabertura em grandes cidades brasileiras, os embates dentro do Centrão e a corrida pela vacina contra o coronavírus. Leia nesta edição.
Clique e Assine

Em terças-feiras, é comum que os dados sofram um acréscimo de registros acumulados por falta de notificação aos finais de semana, o que faz a média diária sofrer uma alta considerável em relação aos dias anteriores. No dia 9, o número de casos novos era até então o segundo maior da série histórica, com 32.091 registros, um número 8% menor do que o anunciado hoje. O número de óbitos manteve-se em patamar parecido na data: 1.272.

LEIA TAMBÉM
Dexametasona reduz mortalidade em casos graves de coronavírus, diz estudo

No inicio da tarde hoje, o estado de São Paulo divulgou seu balanço diário, que apontava para recordes em casos e mortes por coronavírus em toda a região. Nas últimas 24 horas foram registrados 365 óbitos e 8.825 novos diagnósticos positivos de  Covid-19, as maiores taxas registradas nas duas séries históricas para SP.

Publicidade