Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Covid-19: Brasil reduz taxa de transmissão, mas patamar ainda é alto

De acordo com levantamento da universidade Imperial College de Londres, no Reino Unido, média baixou de 1,12 para 1,06 em uma semana

Por Mariana Rosário Atualizado em 15 abr 2021, 19h14 - Publicado em 15 abr 2021, 12h08

O Brasil reduziu a taxa de transmissão da Covid-19 na última semana, aponta o levantamento da universidade Imperial College de Londres, no Reino Unido. De acordo com a análise de terça-feira, 13, a média de transmissão da doença é de 1,06. Na semana passada, a mesma medição pontuava para taxa de 1,12.

LEIA TAMBÉM: Covid-19: por que é importante tomar a segunda dose da vacina?

O número, também chamado de Rt, indica para quantas pessoas cada infectado transmite o vírus. A taxa calculada nesta semana indica que cada 100 pessoas contaminadas transmitem o coronavírus para outras 106, portanto. Embora tenha caído, o dado indica que a Covid-19 continua em crescimento no país, mas de forma  mais lenta, segundo essa classificação.

Para que se atinja um patamar de redução da pandemia, é preciso que este número esteja abaixo de 1. A taxa do Brasil é menor do que países como a Índia (1,47) — onde há atualmente uma preocupante escalada de casos — , Alemanha (1,13), Canadá (1,13) e Japão (1,09). Em posição melhor há locais como Portugal (0,9), Reino Unido (0,84)  e Espanha (0,61).

Leia Também:

  • Cinco pontos que Pazuello precisará explicar na CPI da Pandemia.
  • STF confirma liminar de Barroso que determinou criação da CPI da Covid-19.
  • Partidos indicam membros para CPI da Covid-19 no Senado.
  • Sputnik V: o que ainda trava a chegada da vacina russa no Brasil.
  • Covid-19: doze estados e DF têm taxa de mortalidade maior que a nacional.
  • General Silva e Luna vai ganhar mais que Castello Branco na Petrobras?
  • Com Acordo de Paris, petróleo vai a US$ 10 em 2050, diz consultoria.
Continua após a publicidade
Publicidade