Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Problema em sistema atrapalha notificação de casos de Covid-19 em SP

Trata-se do segundo dia de instabilidade no banco de dados do SUS, onde há informações nacionais sobre a doença

Por Da Redação Atualizado em 18 jun 2020, 15h20 - Publicado em 18 jun 2020, 14h12

Nesta quinta-feira, 18, o secretário de Saúde de São Paulo, José Henrique Germann, informou que os números de casos de coronavírus em São Paulo estão subnotificados após problemas no sistema do e-SUS, que é de responsabilidade do Ministério da Saúde. Trata-se do segundo dia consecutivo em que panes no sistema comprometem os dados paulistas. Germann afirmou que o estado já acionou o governo federal pedindo a solução da falha.

ASSINE VEJA

Os desafios dos estados que começam a flexibilizar a quarentena O início da reabertura em grandes cidades brasileiras, os embates dentro do Centrão e a corrida pela vacina contra o coronavírus. Leia nesta edição.
Clique e Assine

Esse programa tem abrangência nacional e é responsável pelo levantamento laboratorial de casos mais brandos de Covid-19. Sem ele, o estado consegue apenas identificar, por meio de outros bancos de dados, os casos que necessitaram de internação. “Esperamos que seja um problema passageiro”, disse o secretário. Germann apontou que o problema também ocorre em outros estados, mas não disse quais.

LEIA TAMBÉM
Coronavírus: “O Brasil transformou a crise sanitária em crise política”

Hoje, o estado apontou 1111 novos casos registrados nas últimas 24 horas. Na data de ontem, o estado registrou 1.232 casos confirmados.  São médias cerca de 80% menores do que as aferidas na quarta-feira e quinta-feira da semana passada, quando o sistema do SUS funcionava plenamente. Ao todo, o estado já registrou 192.628 diagnósticos positivos de coronavírus desde o começo da pandemia.

Em relação às mortes, o acréscimo diário foi de 325 vítimas fatais. O 6º maior dado desde o começo da pandemia e 9,8% menor do que o aferido ontem, quando foi batido o segundo recorde seguido em uma semana.

São Paulo ainda tem 5.521 pessoas internadas em UTIs e outras 8.620 em enfermarias. Este dado refere-se a pacientes com diagnóstico fechado para Covid-19 e casos suspeitos. As ocupações de leitos de terapia intensiva estão com 67% de ocupação no estado e 71,3% na Grande São Paulo.

Continua após a publicidade
Publicidade