Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Coronavírus: obras do hospital de campanha no Pacaembu são concluídas

Unidade localizada no estádio conta com 200 leitos e tem a missão de desafogar os hospitais paulistanos

Por Da Redação Atualizado em 2 abr 2020, 15h35 - Publicado em 2 abr 2020, 12h15

A partir deste fim de semana, o primeiro Hospital Municipal de Campanha de São Paulo passará a atender pacientes no estádio do Pacaembu. A construção teve início em 22 de março e foi concluída na quarta-feira, 1º. A operação de emergência tem a missão de desafogar hospitais paulistanos da alta demanda de pacientes com Covid-19.

A unidade contará com 200 leitos, 192 deles para pacientes com quadros de baixa complexidade e outros oito para os que necessitem de internação semi-intensiva. A administração do centro de saúde provisório ficará por conta do Hospital Albert Einsein.

  • Os pacientes internados serão atendidos por uma equipe composta por diversos especialistas, são eles: médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais, totalizando 520 profissionais. Vale dizer: só poderão ocupar os leitos do Pacaembu os pacientes que passaram por triagem em hospitais e unidades básicas de saúde do município paulista.

    ASSINE VEJA

    Coronavírus: a salvação pela ciência
    Coronavírus: a salvação pela ciência Enquanto os melhores laboratórios do mundo entram em uma luta bilionária contra a doença, países trazem experiências bem-sucedidas para que a vida e a economia voltem à normalidade
    Clique e Assine

    Ainda há um hospital de campanha a ser concluído no Anhembi, Zona Norte da capital paulista, com 1.800 leitos. Esta unidade de saúde, no entanto, não tem data específica para abrir as portas.

    Continua após a publicidade
    Publicidade