Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Coronavírus: número de mortes em SP cai pela segunda semana consecutiva

De acordo com informações do governo do Estado, a taxa de mortalidade é próxima de 5%, mesma média atingida em meados de março

Por Da Redação Atualizado em 6 jul 2020, 17h07 - Publicado em 6 jul 2020, 17h05

De acordo com dados da gestão do governador João Doria (PSDB), o acumulado semanal de mortes causadas pelo novo coronavírus no estado de São Paulo teve a segunda queda semanal consecutiva. Doria apontou que a mortalidade chegou a cerca de 5%, um patamar medido apenas em março, mês em que foi confirmado o primeiro óbito pela doença em todo o estado.

Os números da gestão apontam que, entre 14 e 20 de junho, foram 1.913 mortes registradas. Na semana seguinte, entre os dias 21 e 27, este número teve redução de 7,5% chegando a 1769 óbitos. Os dados mais recentes, que referem-se ao período entre 28 de junho e a última sexta, 4, exibem outra queda, mais tímida, de 2%, com total de 1.733 mortes. Considerando os dois períodos, a queda total na quinzena foi de 9,4%.

A gestão atribuiu a redução de mortalidade ao aumento de leitos de UTI para tratar pacientes com Covid-19. A pasta de desenvolvimento regional anunciou em coletiva de imprensa que a distribuição de respiradores — fundamentais para o tratamento de pacientes com gravidade — chegou a 2.500 unidades.

Avanço da doença

De acordo com dados oferecidos pela secretaria de Saúde, a projeção é que São Paulo chegue ao fim da 1ª quinzena de julho com variações entre 335.000 e 470.000 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus. Os dados atualizados hoje totalizam 323.070 diagnósticos positivos.

Em relação ao número de mortes, a projeção para o mesmo período é entre 18.000 e 23.000 registros. Os dados até o dia de hoje apontam para 16.134 óbitos desde o começo da pandemia.

Continua após a publicidade

Publicidade