Clique e assine a partir de 9,90/mês

Coronavírus: EUA confirmam 44 americanos infectados em cruzeiro

Cruzeiro está atracado na cidade de Yokohama, no Japão

Por Ernesto Neves - Atualizado em 16 fev 2020, 16h46 - Publicado em 16 fev 2020, 16h27

Autoridades dos Estados Unidos confirmaram neste domingo 16 que 44 americanos foram infectados por coronavírus no navio Diamond Princess, atracado em Yokohama, no Japão. 

Neste domingo (16), cerca de 400 americanos que estavam no cruzeiro começaram a ser evacuados.

Após pousar em solo americano, esses passageiros serão colocados em quarentena novamente por mais 14 dias, desta vez em bases militar no Texas e na Califórnia. 

Durante o período em que o navio ficou atracado em quarentena no Japão, o número de infectados por coronavírus aumentou rapidamente entre os 3.700 passageiros. 

Continua após a publicidade

Segundo o ministro da Saúde japonês, Katsunobu Kato, há 355 casos confirmados no local, ou cerca de 30% dos 1.219 passageiros testados até agora.

O número representa uma das maiores taxas de infecção do mundo. O Diamond Princess está atracado em quarentena desde 5 de fevereiro.

Também neste domingo, Bill Gates, fundador da Microsoft, alertou que até 10 milhões de africanos podem morrer caso aconteça uma epidemia de coronavírus no continente.

O alerta foi dado poucas horas antes do primeiro caso ser confirmado na cidade do Cairo, no Egito.

Continua após a publicidade

“A doença pode se espalhar rapidamente em áreas da África Subsaariana e da Ásia, com um resultado muito, muito dramático”, disse Gates durante uma conferência em Seattle. 

 

 

Publicidade