Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Coronavírus: Brasil tem recorde no registro de novos casos: 19.951 em 24h

Número de notificações de óbitos no mesmo período é o segundo maior da série histórica: 888; Total é de 291.579 diagnósticos positivos e 18.859 mortes

Por Da Redação Atualizado em 20 Maio 2020, 20h04 - Publicado em 20 Maio 2020, 19h17

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira, 20, a atualização do número de casos oficiais de pessoas diagnosticadas com coronavírus e de óbitos causados pela doença no país. Foram confirmados 291.579 casos, um aumento de 19.951 novos diagnósticos em 24 horas, o recorde da série histórica. O número de óbitos registrados nas últimas 24 horas foi de 888, o total de mortes em decorrência da Covid-19 no país é de 18.859.

São Paulo continua sendo o estado com o maior número de casos oficiais. São 69.859 casos, 5.363 mortes. O Ceará vem em seguida, com 30.560 casos e 1.900 óbitos.

Estão em acompanhamento 156.037 (53,5%) pessoas e 3.483 óbitos continuam sob investigação. O número de recuperados chegou a 116.683 (40%).

LEIA TAMBÉM

Como é o tratamento do novo coronavírus, dos cuidados em casa à UTI

Cloroquina

Em relação ao documento publicad  nesta quarta-feira, 20, que dá orientações acerca do uso da cloroquina e da hidroxicloroquina por pacientes com quadros leves e moderados da doença, o Ministério da Saúde informou que diversos técnicos da pasta participaram da decisão e que ela foi pactuada com conselhos de secretarios municipais e estaduais de Saúde. A motivação da publicação da nota, disse a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, é a necessidade de uma resposta à população. “Há um clamor da sociedade que chega ao Ministério da Saúde”, disse. A decisão, segundo o entendimento da secretária, é promover a possibilidade de que usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) tenham acesso ao medicamento — uma vez que na rede privada o uso já estaria liberado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

De acordo com a pasta, 2,9 milhões de unidades do fármaco para o uso de Covid-19 foram distribuídas pelo país entre os meses de março e abril. Sobre os riscos apresentados pelo medicamento, Mayra afirmou que o paracetamol, usado para dor de cabeça (entre outras dores leve) também pode desencadear efeitos colaterais graves.

Leitos

A pasta da Saúde já habilitou 6.142 leitos exclusivos para coronavírus, destes 225 são de UTI pediátrica. Esses leitos estão divididos em treze estados.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês