Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

CoronaVac: Ministério da Saúde compra mais 54 milhões de doses do Butantan

Com o aditivo, são 100 milhões de doses asseguradas aos brasileiros até setembro

Por Mariana Rosário Atualizado em 7 abr 2021, 11h54 - Publicado em 16 fev 2021, 15h34

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira, 16, a compra de 54 milhões de doses da vacina Coronavac contra a Covid-19. O antígeno é desenvolvido pela farmacêutica chinesa Sinovac Life Science em parceria com o Instituto Butantan.

O contrato foi firmado na noite da última segunda-feira,15. O Butantan confirmou a assinatura.

Com as outras 46 milhões de unidades desse imunizante já contratadas, será possível distribuir até setembro 100 milhões da vacina.

A pasta da saúde esclareceu que além da Coronavac, o país receberá até dezembro mais 42,5 milhões de doses de vacinas fornecidas pelo Consórcio Covax Facility da Organização Mundial da Saúde (OMS). Outro fornecedor de imunizantes contra o novo coronavírus é a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com quem estão contratadas outras cerca de 200 milhões de doses — a entrega se iniciou no mês passado, com 2 milhões de doses.

O Ministério da Saúde ainda informou que deverá assinar nos próximos dias contratos de compra com a União Química, que deverá entregar 10 milhões de doses da vacina Sputnik V, entre março e maio, e com a Precisa Medicamentos, que poderá trazer no mesmo período ao país mais 30 milhões de doses da Covaxin. Esses dois últimos antígenos, contudo, não têm qualquer tipo de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicações no país. 

Continua após a publicidade
Publicidade