Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Comer peixe reduz o risco de artrite reumatoide, diz estudo

Pesquisadores suecos atribuem ao ômega-3, gordura presente em peixes, mas também no azeite e na linhaça, o efeito positivo do alimento sobre essa doença

De acordo com um extenso estudo publicado nesta segunda-feira, comer peixe regularmente pode ser uma forma de reduzir o risco de artrite reumatoide. Essa é uma doença crônica e autoimune – ou seja, que acontece quando o sistema imunológico de uma pessoa passa a atacar o seu próprio corpo – que atinge cerca de 1% da população. Muitos fatores em relação a esse problema, como suas causas e como é possível evitá-lo, são desconhecidos. Daí a importância dos resultados dessa nova pesquisa.

Glossário

ARTRITE REUMATOIDE

A artrite reumatoide é uma doença crônica inflamatória que atinge as articulações, principalmente das mãos, punhos e pés. É também uma doença autoimune, ou seja, acontece quando o sistema imunológico de uma pessoa passa a atacar o seu próprio corpo. A condição provoca dores e pode levar a deformações nas articulações. Suas causas ainda são desconhecidas e pouco se sabe sobre como reduzir os riscos do problema. Sabe-se que pelo menos 1% da população é acometida pela artrite reumatoide e que ela é uma doença multifatorial, com aspectos genéticos e ambientais, como infecções e o cigarro.

O trabalho, feito no Instituto Karolinska, na Suécia, e divulgado no periódico Annals of the Rheumatic Diseases, se baseou em 32.000 mulheres nascidas entre 1914 e 1948. Entre os anos de 1987 e 1997, os autores do estudo coletaram informações sobre as participantes, incluindo dados sobre seus hábitos alimentares, peso e altura. Depois, os pesquisadores monitoraram a saúde delas de 2003 a 2010.

Ao longo do estudo, 205 mulheres foram diagnosticadas com artrite reumatoide. Os pesquisadores concluíram que as participantes que ingeriam mais do que 0,2 gramas de ômega-3 – um tipo de gordura saudável presente em alimentos como peixe e azeite- por dia, tiveram um risco 52% menor de apresentar artrite reumatoide. Essa quantidade equivale a mais do que uma porção de um peixe gorduroso (ou seja, rico em ômega-3), como o salmão, ou quatro de peixe magro, como o bacalhau, por semana.

O estudo ainda mostrou que consumir uma porção ou mais de qualquer peixe por semana durante dez anos reduz as chances de artrite reumatoide em 29% em comparação com ingerir menos do que isso. “A associação inversa entre o consumo de peixe e o risco de artrite reumatoide pode ser atribuída principalmente ao ômega-3”, escreveram os autores na conclusão do estudo.

Leia também:

Consumo moderado de álcool diminui risco de artrite reumatoide em mulheres

EUA aprovam novo remédio para artrite reumatoide