Clique e assine a partir de 9,90/mês

Começam testes finais em torno de vacina contra infecção hospitalar

Objetivo da vacina é evitar doenças causadas pela bactéria 'Clostridium difficile', principal causa de diarreia contraída em hospitais

Por Da Redação - 5 ago 2013, 11h20

A farmacêutica Sanofi anunciou nesta segunda-feira que já deu início à fase final dos testes clínicos envolvendo uma vacina que protege contra a bactéria Clostridium difficile, responsável por uma série de infecções hospitalares, e causadora de diarreias que debilitam ainda mais os pacientes internados. Atualmente, não existe nenhuma vacina disponível que evite essas infecções. A pesquisa está sendo feita com 15.000 pessoas. Apesar de existirem várias bactérias diferentes responsáveis pelas infecções hospitalares, a Clostridium difficile é a mais comumente encontrada nesses ambientes e responsável pela maior parte das ocorrências.

Leia também:

Cão detecta bactéria que causa infecção hospitalar

A Clostridium difficile pode desencadear sintomas que vão desde diarreia moderada até infecções intestinais capazes de levar à morte. Essa bactéria pode liberar toxinas capazes de lesionar o revestimento protetor do intestino grosso, causando problemas como diarreias e colites.

O diagnóstico precoce é importante não só para o tratamento, mas também para que novas infecções sejam evitadas. Porém, o diagnóstico atual é um procedimento caro e demorado, podendo levar até uma semana para ser definido, tempo demais quando se trata de uma infecção que pode ser fatal. Para piorar, a resistência da Clostridium difficile aos antibióticos vem aumentando, o que dificulta mais ainda o tratamento contra as infeções causadas pela bactéria.

Continua após a publicidade
Publicidade