Clique e assine a partir de 9,90/mês

Cirurgia plástica no rosto deixa as pessoas com aparência mais jovem, mas não mais atraentes

Pesquisa indica que o procedimento diminui pouco — três anos em média — a idade que os pacientes aparentam ter, mas ninguém fica mais atraente

Por Da Redação - 5 ago 2013, 13h27

Pessoas submetidas a cirurgias plásticas antienvelhecimento no rosto, como nas pálpebras, realmente passam a aparentar menos idade do que têm – em média três anos. O procedimento, no entanto, não torna ninguém mais atraente aos olhos das outras pessoas, de acordo com pesquisa feita no Canadá e publicada no periódico JAMA Facial Plastic Surgery.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Objective Assessment of Perceived Age Reversal and Improvement in Attractiveness After Aging Face Surgery

Onde foi divulgada: periódico JAMA Facial Plastic Surgery

Quem fez: Joshua Zimm, Milad Modabber, Vinay Fernandes, Kian Karimi e Peter Adamson

Instituição: Universidades de Toronto e DeGeroote, Canadá

Dados de amostragem: 50 pessoas que avaliaram as fotos de outros 49 indivíduos

Continua após a publicidade

Resultado: A cirurgia plástica faz com que as pessoas aparentem ser três anos mais jovens do que aparentavam antes do procedimento, mas não muda o quão atraente elas são na opinião das outras pessoas.

Para chegar a essas conclusões, os autores do estudo mostraram a 50 pessoas fotografias de outros 49 indivíduos, antes ou seis meses depois de eles serem submetidos a uma cirurgia plástica no rosto. Ao olharem para as fotos, os participantes deveriam dizer quantos anos acreditavam que cada indivíduo retratado tinha. Eles também foram orientados a avaliar o quão atraentes cada pessoa fotografada era, dando a elas uma pontuação que ia de um a dez.

Quando os participantes olharam para as fotos das pessoas antes da cirurgia plástica, eles disseram acreditar que elas eram, em média, dois anos mais novas do que eram de fato. Ao olharem para as fotos dessas pessoas após a cirurgia, porém, deram a elas uma idade cinco anos menor do que a real. Ou seja, a cirurgia plástica no rosto faz as pessoas parecerem, aos olhos dos outros, três anos mais jovens do que antes do procedimento.

Porém, a cirurgia plástica não mudou o opinião dos participantes em relação ao quão atraentes eram as pessoas retratadas nas fotografias.

Leia também:

Brasil ocupa 2ª posição em número de cirurgias plásticas estéticas no mundo

“Quando nós fazemos uma consulta com um paciente, costumamos ser muito cuidadosos e não dizer que eles vão aparentar ser muito mais jovens ou mais atraentes após uma cirurgia no rosto. Normalmente, nós avisamos que eles vão aparentar estar com mais energia e menos cansados”, diz Joshua Zimm, que coordenou o estudo.

Continua após a publicidade
Publicidade