Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cinco pacientes morrem após incêndio no Hospital de Bonsucesso, no Rio

Três mulheres e dois homens não resistiram às transferências para outras unidades de saúde da região; perícia investiga como o fogo começou

Por Jana Sampaio Atualizado em 31 out 2020, 11h48 - Publicado em 31 out 2020, 11h47

Três dias após o Hospital Federal de Bonsucesso, na Zona Norte do Rio de Janeiro, ser atingido por um incêndio, a morte do quinto paciente internado na unidade de saúde foi confirmada. Ao todo, três mulheres e dois homens morreram após serem transferidos para outros hospitais.

As chamas começaram por volta das 9h30 de terça, 27, no subsolo do prédio 1, próximo à enfermarias e salas de radiologia, do Hospital Federal de Bonsucesso. Na sexta, 30, peritos da Polícia Federal estiveram no local dar continuidade à perícia e investigar a origem do fogo — a suspeita é de que as chamas tenham iniciado após uma sobrecarga no sistema elétrico. As plantas do hospital, assim como as imagens das câmeras de segurança e fotografias, estão sendo analisadas de acordo com as condições técnicas.

Outro órgão envolvido na investigação é a Defesa Civil municipal, que interditou o prédio 1 em razão do risco estrutural. Ao todo, mais de 100 militares participaram da operação de combate às chamas e de resgate dos 200 pacientes que estavam no hospital.

O Hospital Federal de Bonsucesso é uma referência no estado do Rio e realiza cerca de 15 000 consultas, 1 300 internações, 1 200 atendimentos de emergência e 120 000 exames laboratoriais todos os meses, segundo o site da instituição. Por lá, 2 000 pessoas, entre funcionários e pacientes, circulam todos os dias.

Continua após a publicidade
Publicidade