Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chorar durante um filme triste traz mais felicidade depois

Segundo estudo holandês, o ato de chorar desencadeia a liberação de hormônio que traz sensação de bem estar

Pessoas que choram enquanto assistem a um filme triste se sentem mais felizes após o fim da sessão, em comparação àquelas que não sofrem. É o que diz um estudo publicado recentemente no periódico científico Motivation and Emotion.

Pesquisadores holandeses observaram 60 voluntários enquanto eles assistiam a dois filmes extremamente emocionais: “A Vida é Bela” (1998) e “Sempre ao seu Lado” (2009). Os participantes foram questionados sobre como se sentiam antes e depois do filme.

Durante o experimento, os cientistas observaram que 60% das pessoas choraram assistindo “Sempre ao seu lado“, um filme baseado na história real de um cão que permanece leal ao seu dono mesmo após sua morte. Já “A Vida é Bela“, que conta a história de um italiano judeu e seu filho em um campo de concentração durante a Segunda Guerra Mundial, arrancou lágrimas de 45% dos participantes.

Entretanto, o que mais chamou a atenção dos pesquisadores foi como os voluntários se sentiram após o filme. Logo após o final da exibição, os participantes que não derramaram lágrimas não se sentiram diferentes, enquanto aqueles que choraram afirmaram estar se sentindo felizes e bem melhor do que antes.

Leia também:

Assim como o livro, ‘A Culpa É das Estrelas’ é filme para ser sentido

Filmes tristes deixam as pessoas mais felizes, diz estudo

Para Asmir Gračanin, pesquisador da Universidade de Tilburg, na Holanda, e um dos autores do estudo, uma das razões para esse salto no humor dos participantes que se emocionaram com os filmes é que o ato de chorar desencadeia a liberação de ocitocina, um hormônio que traz sensação de bem estar. Outra possível explicação é que os filmes deixaram estes voluntários tão tristes que eles fizeram um grande esforço para se alegrar.

(Da redação)