Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

CFM lança regras para relação entre médicos e indústria farmacêutica

Objetivo do Conselho Federal de Medicina é tornar transparente a relação entre os médicos e a indústria e evitar o conflito de interesse

Por Da Redação 14 fev 2012, 12h58

O Conselho Federal de Medicina (CFM) deverá propor um acordo nesta terça-feira que estabelece parâmetros para a relação entre médicos, a indústria farmacêutica e a de equipamentos. O protocolo, que começou a ser discutido em 2010, será assinado pela Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) e outras entidades médicas, como a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e a Associação Médica Brasileira (AMB).

Entre os temas discutidos estão o apoio das empresas ou entidades à organização de congressos técnicos e científicos, os patrocínios aos convidados de eventos, as ofertas de brindes e presentes e as boas práticas esperadas no trabalho de visitação aos hospitais, clínicas e consultórios, segundo o CFM.

O objetivo do CFM é tornar transparente a relação entre os médicos e a indústria e evitar conflitos de interesse. “Ao assinarmos o documento, nosso principal objetivo é o respeito irrestrito à independência técnico-científica da classe médica para obter resultados que atendam, principalmente às necessidades dos pacientes”, afirmou em nota o presidente do CFM, Roberto Luiz D’Avila.

Publicidade