Casos de dengue no Brasil chegam a 846 000, mas doença avança em ritmo mais lento

Novo balanço do Ministério da Saúde mostra também que São Paulo é ainda o estado com o maior número de mortes causadas pela dengue -- são 207 vítimas fatais

Por Da Redação - 26 maio 2015, 16h54

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira, 26, novo boletim epidemiológico da dengue. Os dados mostram que o número de pessoas doentes continua a crescer, mas em ritmo mais lento. Desde janeiro deste ano até o dia 9 de maio, foram registrado 846 000 casos no país, 155% a mais do que em 2014, neste mesmo período.

Entretanto, o governo afirma que o pico de transmissão já passou. Isso porque no mês de março foram registrados 337 700 casos, contra 246 600 em abril. Essa redução, que representa 27%, ocorreu em 13 Estados brasileiros, como o Amapá, Maranhão e São Paulo, que ainda se mantém na liderança com o maior número de transmissões – até agora foram 433 000 registros, o que corresponde a metade dos casos em todo o Brasil. Além disso, o estado paulista também tem o maior número de mortes por causa da doença: 207 vítimas fatais dentro de um total de 290 no país.

LEIA TAMBÉM:

São Paulo registra primeiro caso de zika — febre ‘prima’ da dengue

Publicidade

Dengue: por que é tão difícil exterminar a doença

Embora a recomendação seja a de manter as medidas preventivas durante todo o ano, o Ministério da Saúde afirma que a tendência é a de que o número de transmissões continue caindo com a chegada do inverno.

Publicidade