Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Cannabis’ no quintal: cresce cultivo para tratar epilepsia

Os efeitos colaterais da maconha medicinal são benignos: só provocam polêmica

O estudante de farmácia Cassiano Teixeira, Em uma casa de João Pessoa, na Paraíba, cultiva 100 pés de Cannabis sativa, a planta da maconha. A partir deles, produz o óleo de Cannabis. A cada mês, 30 litros da substância são enviados para o consumo de 300 crianças e adolescentes doentes, portadores de epilepsia, de diversos estados brasileiros. É uma rotina que está ficando cada vez mais comum no Brasil. O óleo de Cannabis tem propriedades terapêutica e não altera o estado mental, como ocorre com o cigarro de maconha, devido à proporção de seus componentes. O canabidiol, principal composto do óleo, é eficaz no controle de surtos epilépticos — as convulsões. Dos cerca de 600.000 brasileiros epilépticos, 30% não respondem aos anticonvulsivantes convencionais. Para eles, o extrato da maconha representa uma esperança.

Cultivar Cannabis, seja qual for o objetivo, é proibido no Brasil. Mas, desde novembro de 2016, três famílias conseguiram autorização judicial para manter uma plantação doméstica e, a partir dela, produzir o medicamento. A da advogada carioca Margarete Brito foi a pioneira. A filha Sofia, de 8 anos, sofre de crises de epilepsia associadas a uma doença de origem genética. O problema não cedia aos medicamentos convencionais. O óleo de Cannabis foi uma bênção: aplacou 60% dos surtos. Os efeitos colaterais da maconha medicinal são benignos: só provocam polêmica.

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Vai fumando.. não faz mal… sei… não li a matéria

    Curtir

  2. Jorge Luís dos Santos

    … e dar uma tragadinha de vez e quando, porque ninguém é de ferro, não é mesmo?!

    Curtir

  3. Mas se liberarem a maconha, que ja NA PRATICA, substitui muitos remedios “cala boca”,ou dopantes, como os bandidos do df vao ganhar comissao das mega quimicas? Erva pode crescer em qqr lugar e qqr um pode plantar, como vai rolar o esquemao??? Isso e uma perseguicao aos politicos corruptos , figuras tradicionais e folcloricas de nosso pais… malditos globalistas! Nos.deixem com nossos corruptos de estimaçao

    Curtir

  4. SOS FFAA!

    Curtir

  5. Vanessa Pereira

    E o que tem de epilético nas universidades federais não está no gibi.

    Curtir