Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Canabidiol: governo quer facilitar a importação

O ministro-chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni afirmou também ser contra a permissão do plantio para fins medicinais no Brasil

Nesta sexta-feira, 16, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, declarou, em entrevista ao Jornal da CBN, que o governo planeja desburocratizar e tornar mais rápida a chegada de remédios à base de canabidiol – substância extraída da planta da maconha. Lorenzoni reforçou que é contra a permissão do plantio para fins medicinais no Brasil já que essa liberação pode “abrir a porta para a liberação de drogas” no país. 

O ministro ainda ressaltou a existência de evidências científicas que mostram que o canabidiol é benéfico para uma série de doenças e, portanto, “não há nenhuma dúvida de que esse tipo de substância pode e deve ser colocada à disposição”. A ideia do governo é permitir que as farmacêuticas sejam capazes de fazer o fracionamento ou a formulação da substância no Brasil. 

Consulta Pública

Até o dia 19 de agosto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai realizar uma consulta pública sobre o tema. Segundo Lorenzoni é necessário aguardar este prazo para recolher o posicionamento dos interessados, permitindo ao governo tomar as medidas cabíveis para realizar a desburocratização. O ministro da Casa Civil destacou que “isso é algo que tem que estar bem encaminhado e resolvido dentro dos próximos 30 dias”, reforçando a necessidade de urgência da medida.