Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Burocracia de Covid-19 impede pessoas de fugirem da Ucrânia

Refugiados não conseguem sair do país sem passaporte sanitário ou teste negativo para a doença, mesmo em meio ao caos da guerra

Por Simone Blanes 1 mar 2022, 19h55

Além das condições destrutivas impostas pela guerra entre a Rússia e a Ucrânia, muitas pessoas enfrentam entraves burocráticos relacionados à Covid-19 e não conseguem sair do país. A Polônia abriu suas fronteiras para refugiados ucranianos sem a necessidade de passaporte sanitário ou teste, mas para ir mais longe é outra história. Segundo Paul Manning, um ex-policial canadense, que tenta levar sua esposa e filha de volta para Toronto, no Canadá, não podem embarcar sem um teste de Covid, que no caos atual, não conseguem acessar por menos de US$ 600. “A equipe canadense de resposta a emergências estava completamente desprovida de emoção”, disse ao Infodemic. “Se eu não as colocar naquele voo, não sei o que vou fazer”, completou.

A guerra também está piorando as condições da pandemia dentro do país europeu. Enquanto as tropas russas se concentravam nas fronteiras da Ucrânia, eram registrados números altos de novos casos de Covid-19, com hospitais sobrecarregados, médicos fazendo turnos de 42 horas e enfrentando falta de equipamentos e itens essenciais como oxigênio e medicamentos.

Para piorar, a Ucrânia tem uma das piores taxas de imunização da Europa: mais de 65% dos ucranianos não são vacinados. Levará algum tempo até saber exatamente como a pandemia afetará essa invasão ou como os hospitais lotados lidarão com pacientes de Covid ocupando uma parte significativa dos leitos disponíveis.

Mas já se pode ter uma ideia ao ouvir os relatos desesperados de ucranianos tendo que deixar seus parentes idosos e com Covid em Kiev, enquanto fogem da capital com seus filhos. Outros, se aglomeram em estações de metrô enquanto soldados russos entram na cidade. Uma verdade devastadora, que as condições destrutivas da guerra pioram ainda mais.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)