Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Brasileiros identificam 2 milhões de novas variantes genéticas em idosos

Dados encontrados por cientistas da USP podem contribuir em estudos sobre doenças, como Alzheimer, e sobre envelhecimento saudável

Por Paula Felix 25 mar 2022, 12h50

Um estudo realizado por pesquisadores brasileiros com sequências do genoma completo de 1.171 idosos conseguiu identificar 2 milhões de variantes genéticas inéditas, achado importante para bancos de dados internacionais e para detectar mutações ligadas a doenças genéticas no Brasil, além de contribuir em pesquisas sobre envelhecimento saudável.

O levantamento, revisado por pares e publicado no periódico Nature Communications, foi feito por pesquisadores do Centro de Pesquisas do Genoma Humano e Células-Tronco (HUG-CELL) do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IB-USP) e representa a maior coorte da América Latina para pesquisas sobre o DNA de idosos.

Os participantes do estudo, idosos com idade média de 71 anos, foram selecionados por terem passado da idade em que começam as manifestações clínicas de doenças ligadas ao envelhecimento, como Alzheimer e Parkinson. Eles são moradores da cidade de São Paulo, o que contribuiu para que o estudo conseguisse representar a diversidade genética da população do Brasil.

“A população de São Paulo é a mais mestiça de qualquer cidade brasileira. Inclui muitos descendentes de imigrantes de diferentes continentes, como Europa, Ásia e África, além de nativos de outros estados e países”, explica Mayana Zatz, professora do IB-USP à Agência Fapesp.

A pesquisa teve início em 2008 com o objetivo de caracterizar o genoma de idosos para a criação de um banco de dados e contribuir para estudos sobre o envelhecimento saudável. Segundo os pesquisadores, o levantamento também permite acesso a informações importantes para análises sobre suscetibilidade ou resistência a infecções por diferentes tipos de patógenos, incluindo o SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)