Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Brasileiro que chegou da África do Sul com Covid está de quarentena

País pode ser a origem de nova mutação do coronavírus, a variante Ômicron

Por Hugo Marques 28 nov 2021, 17h35

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou neste domingo, 28, que um brasileiro vindo da África do Sul foi diagnosticado com Covid-19. Não há confirmação se o caso do brasileiro tenha sido infecção pela variante Ômicron, mutação do vírus que pode ter surgido na África do Sul. O paciente já havia sido vacinado contra a doença.

O passageiro desembarcou em Guarulhos neste sábado 27, em um voo da Ethiopian Airlines. A Anvisa foi informada às 21h12 sobre o resultado positivo de novo teste do passageiro, feito Aeroporto de Guarulhos. A Anvisa exige que o viajante apresente exame PCR negativo para Covid, realizado em no máximo 72 horas antes do voo internacional. O passageiro infectado teria apresentado o teste ao embarcar, mas chegou ao Brasil assintomático.

Após a identificação e testagem com resultado positivo para Covid-19, numa segunda testagem, o paciente foi colocado em isolamento e já cumpre quarentena residencial. O Ministério da Saúde acompanha o caso. Diante do resultado do segundo teste, a Agência notificou o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde. A Vigilância epidemiológica do Município de Guarulhos também foi acionada para acompanhamento do caso.

O governo proibiu voos com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pela República da África do Sul, República de Botsuana, Reino de Essuatíni, Reino do Lesoto, República da Namíbia e República do Zimbábue. A agência recomendou no sábado que Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia sejam incluídos na lista de países sujeitos a restrições.

Continua após a publicidade

Publicidade