Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Brasileiras ocupam 4º lugar em ranking mundial de stress

Primeira posição é ocupada pela Índia, onde 87% das mulheres são estressadas

Por Da Redação 12 jul 2011, 11h58

Um estudo recente da Nielsen Company global mostra que as mulheres da Índia são as mais estressadas do mundo. O levantamento, que analisou 6.500 mulheres de 21 países, aponta que 87% das indianas se sentem estressadas todo o tempo e 82% delas não têm tempo para relaxar. As brasileiras ocupam a quarta posição do ranking, com 67% das mulheres vivendo sob stress.

A pesquisa da Nielsen destacou que a mulher vem assumindo papéis mais importantes no mercado de trabalho sem, no entanto, deixar de lado as obrigações familiares – o que contribui para os altos níveis de stress. A estrutura social que permite que elas assumam esses papéis, no entanto, é diferente nas economias emergentes e desenvolvidas, o que influencia diretamente na saúde da mulher.

Entre as hipóteses que buscam explicar os motivos do stress está uma teoria levantada pelo jornal The Economic Times, da Índia – a de que a cultura de lugares subdesenvolvidos acaba propiciando o stress na mulher. Segundo a publicação, na Índia as mulheres estariam estressadas porque além de serem pressionadas a ter um emprego moderno, elas teriam ainda de se conformar com os padrões culturais tradicionalistas do país.

Economia – Apesar de serem as mais estressadas, as mulheres indianas são também as que mais gastam consigo mesmas. Mais de três quartos delas gastam com saúde e produtos de beleza, enquanto 96% disseram que gastam com roupas. Segundo a pesquisa, as mulheres de países em desenvolvimento usam o que sobra de seu dinheiro em roupas, saúde e produtos de beleza, alimentos e na educação dos filhos.

Já as mulheres de países desenvolvidos dedicam esse dinheiro para viagens, economias e para o pagamento de dívidas. De acordo com Susan Whiting, vice-presidente da Nielsen, as mulheres vêm aumentando seu poder aquisitivo, e com isso, ganham mais controle e influência sobre as decisões domésticas. “Como resultado, as mulheres de hoje e de amanhã são os principais consumidores em potencial.”

A seguir, o ranking dos 21 países analisados na pesquisa:

1 – Índia (87% de mulheres estressadas)

2 – México (74%)

3 – Rússia (69%)

4 – Brasil (67%)

5 – Espanha (66%)

6 – França (65%)

7 – África do Sul (64%)

Continua após a publicidade

8 – Itália (64%)

9 – Nigéria (58%)

10 – Turquia (56%)

11 – Grã-Bretanha (55%)

12 – Estados Unidos (53%)

13 – Japão (52%)

14 – Canadá (52%)

15 – Austrália (52%)

16 – China (51%)

17 – Alemanha (47%)

18 – Tailândia (45%)

19 – Coreia do Sul (45%)

20 – Malásia (44%)

21 – Suécia (44%)

Continua após a publicidade
Publicidade