Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasileiras ignoram os cuidados com a saúde do coração

Reportagem de VEJA desta semana mostra que mulheres ignoram os fatores de risco das doenças cardíacas, segundo pesquisa, e têm extrema dificuldade para identificar os sintomas de um infarto

A percepção da mulher brasileira sobre os cuidados com o coração é equivocada. Esse é o resultado do maior levantamento já realizado no país sobre o tema. A pesquisa Sinta Seu Coração, coordenada pelas revistas SAÚDE e CLAUDIA, publicadas pela Editora Abril, que também edita VEJA, em parceria com a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, ouviu 5 318 voluntárias. O trabalho foi conduzido pelo Departamento de Pesquisa e Inteligência de Mercado da Abril. “As brasileiras encararam os distúrbios cardíacos como um mal tipicamente masculino”, diz o cardiologista Roberto Kalil, diretor clínico do Instituto do Coração, em São Paulo. “Enquanto elas subestimarem o problema, continuarão sob ameaça.” Atualmente 21 milhões de mulheres brasileiras correm o risco de sofrer um infarto e 39 000 morrem todos os anos em decorrência do mal – o triplo das vítimas fatais de câncer de mama. A seguir, VEJA lista os principais resultados do estudo e, com a colaboração de cinco cardiologistas, descreve as boas práticas para proteger o coração feminino.

Para ler a continuação dessa reportagem compre a edição desta semana de VEJA no IBA, no tablet ou nas bancas.

Outros destaques de VEJA desta semana