Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Boneca que mama é alvo de críticas nos Estados Unidos

Para críticos, brinquedo que simula a amamentação pode incentivar a puberdade precoce, enquanto defensores destacam exemplo positivo dado às futuras mães

Por Natalia Cuminale Atualizado em 24 Maio 2016, 16h36 - Publicado em 4 ago 2011, 21h17

“Não há necessidade de uma criança viver como um adulto tão cedo” – Victor Nudelman, pediatra do Hospital Israelita Albert Einstein

Crianças agora podem amamentar um bebê – pelo menos de brincadeira. A ficção, contudo, não está agradando os críticos – eles alegam que o brinquedo pode induzir a sexualidade precoce das meninas. Vendida nos Estados Unidos desde a semana passada, a boneca Breast Milk Baby (Bebê Leite Materno) possui recursos como mexer os lábios, arrotar e chorar – da mesma forma como faz um recém-nascido de verdade.

Enquete: Dê sua opinião sobre a boneca Bebê Leite Materno clicando aqui

Para ativar os recursos tecnológicos da boneca, a criança precisa vestir uma espécie de sutiã. No lugar onde ficariam os mamilos, há duas flores. Quando a boca da boneca é aproximada de uma das flores, um sensor é ativado e, então, começam os movimentos e sons que simulam a amamentação.

Produtos que imitam a realidade não são novos no mercado de brinquedos. Atualmente, as crianças já podem comprar bonecas que tomam leite pela mamadeira, que sujam as fraldas, ficam doentes e choram sem parar. Tudo de brincadeira. Artigos publicados pelo jornal americano New York Times e pelo inglês Guardian sugerem, contudo, que esse brinquedo pode acelerar ainda mais o processo de maturidade sexual da criança.

Bill O’Reilly, apresentador da rede de TV americana Fox News, disse também que o brinquedo é inapropriado para crianças. “Eu apenas defendo que crianças sejam crianças”, disse O’Reilly. No Facebook, há uma página pedindo que a boneca seja banida do mercado, por entender que “crianças não precisam aprender como amamentar”, e outra defendendo o brinquedo justamente por ensinar às crianças “os benefícios da amamentação”.

A companhia espanhola Berjuan, fabricante do produto, afirma que a boneca permite que as crianças brinquem de cuidar do bebê de forma natural. “O Bebê Leite Materno representa uma revolução em design por ensinar às crianças habilidades para criar seus próprios bebês de uma forma saudável.” A boneca é vendida a 89 dólares nos EUA.

Especialistas lembram que apenas uma boneca não seria capaz de alterar totalmente a vida de uma criança. O pediatra do Hospital Israelita Albert Einstein Victor Nudelman acredita que esse é mais um fator que pode antecipar muitas situações da idade adulta. “Não há necessidade de uma criança viver como um adulto tão cedo. Amamentar um bebê não é coisa de criança. Isso tem um impacto ruim para a vida dela”, diz.

Ao comprar um brinquedo para uma criança, é preciso que os pais lembrem que seus filhos necessitam de um espaço entre a brincadeira e a realidade, segundo Vera Zimmermann, psicanalista e coordenadora do Centro de Referência da Infância e da Adolescência da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). “A função do brinquedo é estimular a fantasia. É possibilitar que a criança trabalhe aspectos emocionais do desenvolvimento dela, as capacidades cognitivas, a imaginação e a criatividade”, diz Zimmermann. “Ao colocar a menina para viver uma realidade muito parecida com a função materna, você atrapalha esse processo”, conclui.

Continua após a publicidade
Publicidade