Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Anvisa suspende lote de chocolate Arcor

O motivo foi a presença de “teias e excrementos de insetos” no doce da marca Chokko Snack

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta quinta-feira a interdição cautelar de um lote de chocolates produzidos pela Arcor devido à presença de “teias e excrementos de insetos”. A medida se aplica ao lote LBP: 1 13360 1, do produto Chocolate ao Leite com Recheio Sabor Chocolate com Amendoim e Cereal Crocante, da marca Chokko Snack.

A ação teve início com uma denúncia feita à vigilância sanitária de Volta Redonda (RJ), e a análise realizada pelo Laboratório Central Noel Nutels (Lacen-RJ) confirmou o resultado insatisfatório do doce. De acordo com a Anvisa, 792 caixas do produto serão recolhidas pelas vigilâncias sanitárias de Estados e Municípios, já que o produto foi distribuído nacionalmente.

“A interdição cautelar é uma medida de caráter preventivo, que tem por objetivo reduzir riscos e evitar danos à saúde da população. Com isso, a empresa fabricante poderá recorrer da decisão e solicitar a realização de novos testes que confirmem ou não as irregularidades encontradas”, afirma a agência em comunicado.

Leia também:

Anvisa suspende lote de açúcar Nevada com excremento e pelo de roedor

Anvisa encontra pelo de roedor em extrato de tomate da Knorr Elefante

A Arcor informou em um comunicado que “não há qualquer evidência de irregularidade com o produto no lote LBP: 1 13360 1 com validade em 26 de dezembro de 2014”. Segundo a empresa, “o caso é isolado e refere-se apenas as unidades de produtos encontrados no supermercado localizado no município de Volta Redonda, e deriva das más condições de armazenamento e exposição no ponto de venda”.