Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Anvisa adia decisão sobre liberação de medicamentos com substância derivada da maconha

Reunião realizada nesta quinta-feira deveria determinar se canabidiol, um dos compostos da maconha, passaria de composto proibido para controlado

Por Da Redação 29 Maio 2014, 17h53

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) adiou a decisão sobre a liberação da entrada no país de medicamentos à base de canabidiol, substância derivada da maconha.

Atualmente, o princípio ativo faz parte da lista de substâncias proibidas no país. Uma reunião da Diretoria Colegiada da Anvisa deveria decidir nesta quinta-feira se o canabidiol passaria a ser considerado como uma substância de controle especial – ou seja, comercializado a partir de prescrição médica. No entanto, um dos diretores da agência, Jaime Oliveira, pediu vista do processo para se informar melhor sobre o assunto. Assim, a discussão deverá ocorrer em uma próxima sessão do grupo, sem data definida.

A importação de remédios que possuem a cannabis em sua composição é autorizada em situações excepcionais, e os pedidos de importação das drogas são analisados caso a caso pela Anvisa. A inclusão do canabidiol na lista de substâncias de controle especial facilitaria a importação e o uso da substância. Com uma prescrição médica, seria possível entrar no país com o medicamento ou recebê-lo por encomenda de forma legal, por exemplo.

O canabidiol é usado no tratamento de doenças graves, incluindo problemas neurológicos, crises epilépticas, esclerose múltipla e dores neuropáticas.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)