Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Anticorpo pode viabilizar uma vacina universal contra a gripe

O CR8060 consegue prevenir contra quase todos os tipos do vírus da influenza

Por Da Redação 8 jul 2011, 11h05

Um anticorpo natural pode ser a chave para a criação de uma vacina universal contra a gripe. De acordo com uma pesquisa publicada no periódico Science Express, o anticorpo CR8020 pode viabilizar que as vacinas contra o vírus influenza sejam eficientes em prevenir e curar infecções de quase todos os tipos de gripe. Os testes clínicos ainda estão sendo feitos em animais.

A descoberta foi feita em uma parceria entre os laboratórios The Scripps Research Institute e o farmacêutico Crucell. Os dois centros trabalham juntos desde 2008, procurando soluções para evitar epidemias de determinados tipos da gripe que têm predominância apenas em certos períodos do ano – e, por isso, as vacinas atuais não conseguem prevenir.

Durante as fases de pesquisas, os cientistas descobriram que, assim como o anticorpo CR6261, já descoberto em 2008, o CR8020 se ligava a regiões vulneráveis do vírus. Ao injetarem o anticorpo em camundongos, foi possível prevenir que o animal se infectasse com cepas letais, a exemplo dos tipos H3, H7 e H1 (como o H1N1, da gripe aviária).

Isso acontece porque, ao se ligar ao vírus, o CR8020 interfere na habilidade do influenza de transferir seu material genético às células hospedeiras. Assim, a infecção viral era prevenida. “Juntos, o CR8020 e o CR6261 têm o potencial de proteger contra quase todos os tipos da influenza”, diz Ian Wilson, um dos coordenadores da pesquisa.

A farmacêutica Crucell está prestes a começar testes clínicos com o CR6261 em humanos e espera iniciar em breve testes similares para o CR8020. Se os testes forem bem sucedidos, os dois anticorpos podem ser combinados e usados em terapias de imunização. “Nosso objetivo principal é criar uma vacina que tenha uma resposta segura e longa contra a gripe, mas isso ainda é uma tarefa desafiadora”, diz Wilson.

Clique nas perguntas abaixo para saber mais sobre a gripe:

João Toniolo Neto, geriatra e diretor do projeto Vigilância Epidemiológica da Gripe (VigiGripe), da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É também autor do livro A História da Gripe. Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo Vídeo

Qual a diferença entre gripe e resfriado?

Quais são os tipos de gripe?

Qual a diferença entre a gripe comum e o H1N1?

Quais são os sintomas da gripe?

Uma pessoa pode ficar gripada duas vezes no mesmo ano?

Há uma época do ano em que as pessoas ficam mais gripadas? Por quê?

O que pode ser feito para evitar a gripe?

Ar condicionado pode deixar uma pessoa gripada?

Eu posso pegar gripe com um aperto de mão ou um beijo no rosto?

O que pode ser feito para tratar a doença?

Qual a real proteção que a vacina oferece?

Por que apenas alguns grupos devem tomar a vacina?

Quem não deve tomar a vacina?

Por quanto tempo a vacina é efetiva?

Por que as pessoas que tomam a vacina dizem ficar gripadas logo em seguida?

A gripe pode matar?

Quem está gripado não pode tomar gelado ou é apenas um mito?

Quais são os outros mitos a respeito da gripe?

  • Qual a diferença entre gripe e resfriado?
  • Quais são os tipos de gripe?
  • Qual a diferença entre a gripe comum e o H1N1?
  • Quais são os sintomas da gripe?
  • Uma pessoa pode ficar gripada duas vezes no mesmo ano?
  • Há uma época do ano em que as pessoas ficam mais gripadas? Por quê?
  • O que pode ser feito para evitar a gripe?
  • Ar condicionado pode deixar uma pessoa gripada?
  • Eu posso pegar gripe com um aperto de mão ou um beijo no rosto?
  • O que pode ser feito para tratar a doença?
  • Qual a real proteção que a vacina oferece?
  • Por que apenas alguns grupos devem tomar a vacina?
  • Quem não deve tomar a vacina?
  • Por quanto tempo a vacina é efetiva?
  • Por que as pessoas que tomam a vacina dizem ficar gripadas logo em seguida?
  • A gripe pode matar?
  • Quem está gripado não pode tomar gelado ou é apenas um mito?
  • Quais são os outros mitos a respeito da gripe?

(Com reportagem de Aretha Yarak)

Continua após a publicidade

*O conteúdo destes vídeos é um serviço de informação e não pode substituir uma consulta médica. Em caso de problemas de saúde, procure um médico.

Continua após a publicidade
Publicidade