Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

ANS enviará funcionário à Prevent Senior para investigar irregularidades

Em nota, a agência responsável pela regulação dos planos e operadoras de saúde afirma que o ato não é uma intervenção

Por Cilene Pereira 13 out 2021, 20h01

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou, na tarde desta quarta-feira, 13, a instauração de “regime especial de Direção Técnica” na operadora Prevent Senior. A decisão foi tomada pela diretoria colegiada e já foi enviada para publicação no Diário Oficial da União. Na prática, significa que a agência responsável pela regulação dos planos de saúde irá investigar os processos internos da operadora diretamente de dentro da sede da Prevent, em São Paulo.

Na definição da ANS, o regime Especial de Direção Técnica “consiste no acompanhamento in loco realizado por agente nomeado pela ANS para verificar as causas de anormalidades que coloquem em risco a continuidade e a qualidade da assistência prestada aos beneficiários.” Na nota divulgada no início da noite, a agência informou que o ato não é uma intervenção, “mas um acompanhamento com análises permanentes de informações e definição de metas a serem cumpridas pela operadora”.

Entre janeiro de 2020 e setembro de 2021, a ANS identificou 284.179 registros de reclamação e 408.930 pedidos de informação feitos por consumidores. Desse total, 14 mil foram relacionadas ao tema Covid-19. Em 2020, o percentual de resolutividade das reclamações sobre Covid ficou em 90,5% e, em 2021, o percentual chegou a 93,6%.

Das 14 mil reclamações, 38, referentes a 23 operadoras, tinham menção ao “kit covid” ou a palavras-chave correlatas, tais como “hidroxicloroquina”, “cloroquina”, “azitromicina”, “ivermectina”, “tratamento precoce”.

Continua após a publicidade
Publicidade