Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

11 pesquisas inovadoras de combate ao câncer

Avanços promissores foram apresentados nas conferências da Sociedade Americana de Oncologia Clínica e da Sociedade de Medicina Nuclear

Dois grandes congressos trouxeram, neste mês, uma série de descobertas e avanços contra o câncer, de novos métodos de diagnóstico ao tratamento da doença. O Congresso Anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO, sigla em inglês) é a maior conferência sobre câncer de todo o mundo. Todos os anos, ela reúne especialistas que apresentam as mais novas pesquisas e possibilidades de tratamento contra a doença. Este ano, a reunião aconteceu entre os dias 1 e 5 de junho, em Chicago. “A intenção do encontro é apresentar os trabalhos mais promissores no tratamento do câncer. Grande parte do que usamos hoje em dia apareceu por lá”, diz Solange Moraes Sanches, oncologista clínica do Hospital A. C. Camargo, em São Paulo, um dos principais do Brasil no tratamento do câncer.

Já o congresso anual da Sociedade de Medicina Nuclear aconteceu entre os dias 9 e 13 de junho, na Flórida. Ali, foram mostrados os mais novos avanços no campo, com foco no uso de substâncias radioativas no combate e diagnóstico de doenças. Neste ano, muitas das novidades apresentadas tinham foco no campo do câncer. Por enquanto, muitas dessas descobertas ainda estão sendo assimiladas pelos médicos, mas em pouco tempo estarão disponíveis para os pacientes. Segundo o oncologista clínico Milton José de Barros e Silva, do Hospital A. C. Camargo, a maioria dessas pesquisas sinalizam que estamos entrando numa nova era do combate à doença. “Historicamente, todos os tratamentos eram voltados a combater diretamente o câncer. Agora estamos voltando nossa atenção para os mecanismos por trás da doença e na sua relação com os pacientes”, diz o médico. “O futuro são drogas cada vez mais direcionadas a mutações específicas no tumor e com menos efeitos colaterais.”

Conheça as principais pesquisas apresentadas nos dois congressos: