Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Veja Essa

As frases que marcaram a semana

Por Lizia Bydlowski Atualizado em 31 jan 2018, 15h07 - Publicado em 29 dez 2017, 06h00

Quem melhor definiu o que é estar na prisão foi Mandela. Ele disse que, quando se está na prisão, deve-se pensar o seguinte: por que estou aqui?”

Anthony Garotinho, ex-governador do Rio de Janeiro preso por crime eleitoral e solto por habeas corpus, equiparando-se ao líder sul-africano. Não se sabe a resposta que deu à pergunta

Como é namorar aos 75 anos? Descobri que é o mesmo que namorar aos 17, só que com uma sensação de urgência.”

Isabel Allende, escritora chilena, que começou há pouco um romance com Roger Cukras, advogado da mesma idade

Trocando em miúdos: cantada de rua? Assédio. Cheirar o cangote de uma colega de trabalho sem a permissão dela? Assédio. Passada de mão na balada? Assédio. Convidar uma subordinada para seu quarto de hotel e abrir a porta pelado? Assédio. Para encurtar uma longa história: se não for recíproco e houver insistência, é assédio.”

Antonia Pellegrino e Manoela Miklos, do blog Agora É que São Elas, em artigo para a Folha de S.Paulo

A Lava-Jato criou uma narrativa em que os empresários, que eram o Chapeuzinho Vermelho, bonzinho, foram extorquidos pelo Lobo Mau, o Estado.”

Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, em entrevista à Folha de S.Paulo
Cristiano Ronaldo com os filhos
@cristiano/Instagram

Estou preso a estes bebês lindos, ha ha ha.”

Cristiano Ronaldo, jogador de futebol, logo após a divulgação de que a Receita Federal da Espanha estuda pedir sua prisão por evasão fiscal

Um dos perigos da internet é o fato de as pessoas viverem em realidades totalmente diferentes. Elas podem se enclausurar em informações que só reforçam seus preconceitos.”

Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos, em recado implícito a seu sucessor e usuário número 1 do Twitter, Donald Trump. A fala faz parte de uma entrevista dele ao príncipe Harry, em programa especial da rádio BBC

Manas, eu queria saber que dinheiro é esse. Cinco milhões de reais? Não sobrou louça, não, do Natal de vocês?
Vão lavar uma louça.”

Pabllo Vittar, em vídeo no Instagram, comentando o boato de que receberia verba via Lei Rouanet

Parafraseando ‘o preço da liberdade é a eterna vigilância’, eu diria que o preço da integridade é a eterna vigilância da parte dos governados.”

Sergio Moro, juiz da Lava-Jato, em entrevista a O Globo
Ana Paula Vescovi
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Tem de ficar claro: deu para um grupo, vai faltar para outros.”

Ana Paula Vescovi, secretária do Tesouro, alertando para os limites na distribuição dos recursos do Orçamento

 

Publicado em VEJA de 3 de janeiro de 2018, edição nº 2563

Publicidade