Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

SobeDesce: de Jorge Paulo Lemann a Plácido Domingo

Os destaques positivos e negativos da semana

Por Da Redação - Atualizado em 27 set 2019, 09h12 - Publicado em 27 set 2019, 06h55

SOBE

Jorge Paulo Lemann
Com uma fortuna estimada em 104 bilhões de reais, o empresário voltou ao topo da lista de brasileiros mais ricos do mundo elaborada pela revista Forbes.

Tom Hanks
Pelo conjunto de sua obra, o astro de sucessos como Forrest Gump e Náufrago será homenageado com o Cecil B. DeMille Award no Globo de Ouro de 2020.

Lionel Messi
O argentino ganhou pela sexta vez o prêmio da Fifa de melhor jogador do mundo. Ele superou na disputa o português Cristiano Ronaldo e o holandês Van Dijk. O brasileiro Neymar não recebeu um voto sequer na enquete.

DESCE

Rafaela Silva
Flagrada no exame antidoping, a judoca brasileira perderá a medalha de ouro conquistada nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru.

Roberto Alvim
O diretor da Funarte chamou de “sórdida” a atriz Fernanda Montenegro após ela ter criticado o governo Bolsonaro em entrevistas. Pela grosseria, ele recebeu uma avalanche de críticas da classe artística.

Plácido Domingo
Depois de ter sido acusado de assédio por várias mulheres, o tenor se afastou da produção da ópera Macbeth. Antes disso, já havia tido récitas canceladas na Orquestra da Filadélfia e na Ópera de São Francisco pelo mesmo motivo.

Publicado em VEJA de 2 de outubro de 2019, edição nº 2654

Publicidade