Clique e assine a partir de 9,90/mês

Quatro séries premiadas que chegam ao fim em 2019

Há oito anos no ar, 'Game of Thrones' só perde em estatuetas para 'Saturday Night Live'

Por Da Redação - 18 jan 2019, 07h00

- Game of Thrones
Quarenta e sete Emmy e um Globo de Ouro depois da estreia, há oito anos, a série só perde em estatuetas para Saturday Night Live, no ar desde 1975. A oitava e última temporada será exibida em abril pela HBO. Segundo os produtores David Benioff e Dan Weiss, Game of Thrones foi escrita como uma história linear, e não um programa para o qual roteiristas tivessem de elaborar novos desdobramentos que justificassem sua permanência indefinida no ar. Apesar do fim, cinco episódios que se passam antes do “episódio 1” estão sendo escritos.

- The Big Bang Theory
“Mastigamos toda a carne deste osso”, afirmou o ator Jim Parsons, o Sheldon Cooper, o personagem mais popular da série. Surfando na onda geek, a comédia centrava-se na rotina de um grupo de cientistas. Ficou doze anos no ar e ganhou dez Emmy e um Globo de Ouro. A decisão de Parsons de abandonar o papel motivou o fim do programa. O último episódio vai ao ar em maio.

- Homeland
Depois de perder vários de seus protagonistas, como Damian Lewis, hoje estrela de Billions, a série sobre agentes da CIA no combate ao terrorismo terá seu episódio final em dezembro, na oitava temporada. Levou oito Emmy e cinco Globos de Ouro. Os autores e atores restantes, em especial a atriz Claire Danes, avaliaram que não havia mais reviravoltas possíveis para o enredo.

 Veep
Protagonista desta sátira política, premiada com dezessete Emmy, Julia Louis-Dreyfus, a Elaine de Seinfeld, foi diagnosticada com câncer de mama em 2017. A quimioterapia, apesar de bem-sucedida, adiou a produção da sétima e última temporada da série, a ser exibida entre março e junho. A HBO não atribuiu o término do programa à doença. Alegou que a história chegara ao fim.

Publicado em VEJA de 23 de janeiro de 2019, edição nº 2618

Publicidade