Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Quatro clubes que sofreram com a maldição do centenário

O aniversário de um time pode terminar em um gol contra

Por Da Redação Atualizado em 7 jan 2021, 19h17 - Publicado em 8 jan 2021, 06h00

– Cruzeiro (foto)
Sempre planejado para dar início a uma festa de arromba, o aniversário de 100 anos de um clube pode terminar em um gol contra — pelo menos tem sido assim no Brasil, onde uma espécie de maldição do centenário jogou água no chope na comemoração de vários grandes times. A vítima de 2021 é o Cruzeiro, que completou dez décadas de vida no último dia 2. Na maior crise financeira de sua história, o gigante mineiro amarga a disputa da segunda divisão do Campeonato Brasileiro e só por um milagre conseguirá evitar mais um ano na Série B.

– Corinthians
Mesmo tendo no elenco craques como o artilheiro Ronaldo Fenômeno e o lateral Roberto Carlos, o Timão só deu vexame no seu centenário, em 2010. Terminou o ano sem conseguir dar uma volta olímpica. No torneio mais importante, a Libertadores, acabou eliminado pelo Flamengo nas oitavas de final.

– Flamengo
A exemplo do Corinthians, investiu pesado para amealhar muitas glórias no centenário, em 1995. Ao chegar aos 100 anos, o Mengão tinha um dos ataques mais estrelados do país, com Romário, Edmundo e Sávio. O trio não evitou que o clube passasse em branco nos títulos que disputou naquele ano.

– Palmeiras
Se pudesse, o Verdão apagaria da história a temporada de 2014, ano em que comemorou seu centenário. Em vez das vitórias esperadas, o clube foi de fracasso em fracasso nas competições. No Paulistão, sofreu com a eliminação na semifinal, ao ser batido pelo Ituano. Pior ainda foi no Campeonato Brasileiro, onde correu sério risco de ser rebaixado. Só se salvou da Série B na última rodada do torneio.

Publicado em VEJA de 13 de janeiro de 2021, edição nº 2720

Continua após a publicidade
Publicidade