Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vaticano cria órgão especial para a Amazônia

No encerramento do Sínodo, o papa Francisco afirmou que a região amazônica sofre “todo tipo de injustiça” e cobrou da Igreja maior sintonia com a juventude

Ao final do Sínodo da Amazônia neste sábado 26, o papa afirmou que pretende criar um órgão dentro da Santa Sé dedicado exclusivamente aos cuidados com a Amazônia. O departamento deve ficar alocado dentro do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, sob o comando do cardeal Peter Turkson, de Gana.

“Na Amazônia há todo tipo de injustiça, destruição de pessoas, exploração de pessoas, em todos os níveis e destruição da identidade cultural”, declarou ele, no encerramento. Ele lembrou sua encíclica Laudato Si’, publicada em 2015, como um marco para balizar o pensamento ecológico segundo as bases do catolicismo.

Os 184 bispos reunidos no Vaticano para o sínodo sobre a Amazônia pediram pediram também ao Papa Francisco a possibilidade de ordenar padres casados na Amazônia.

“Propomos o estabelecimento de critérios e disposições por parte da autoridade competente (…) para ordenar sacerdotes homens idôneos e reconhecidos pela comunidade, que tenham um diaconato permanente produtivo e recebam uma formação adequada para o presbiterado, podendo ter uma família legitimamente constituída e estável”, diz o documento entregue ao pontífice. Que ainda não se posicionou sobre esse possibilidade.