Clique e assine a partir de 8,90/mês

Papa pede desvio de fundos de armas para pesquisa de covid-19

Francisco direcionou o pedido aos políticos durante uma missa neste sábado, 30, realizada para 130 pessoas no Vaticano

Por Jana Sampaio - Atualizado em 30 Maio 2020, 21h55 - Publicado em 30 Maio 2020, 21h53

No dia em que o mundo contabilizou 2,7 milhões de casos confirmados e mais de 370 mil mortos em decorrência do novo coronavírus, o papa Francisco pediu aos políticos que desviem verbas gastas em armas para pesquisas que evitem a próxima pandemia. O santo padre fez o pedido durante uma missa para 130 pessoas no Vaticano, o maior número de fiéis reunidos em três meses.

Médicos, enfermeiros, motoristas de ambulância, familiares de vítimas e pessoas que se recuperaram da doença estavam entre os que ouviram as palavras de Francisco. Boa parte do grupo usou máscara de proteção para acompanhar as orações proferidas pelo papa, que não usou o acessório.

O papa pediu ainda para que líderes nacionais ajudem os mais necessitados nesse momento e coloquem em ação soluções econômicas e sociais de longo prazo. “Peço para que Nossa Senhora toque a consciência (dos líderes) para que os enormes valores gastos para ter armamentos e para aperfeiçoá-los sejam destinados para a promoção de pesquisas para impedir catástrofes como esta no futuro”, disse.

Quase um mês antes do pronunciamento deste sábado Francisco havia pedido cooperação científica internacional para desenvolver uma vacina, que deveria ser compartilhada globalmente. Desde o início da pandemia ele vinha liderando missas sem público e que estavam sendo televisionadas.

Neste domingo, 31, está prevista uma missa para 50 fiéis dentro da Basílica de São Pedro que, assim como a Praça de São Pedro, foi reaberta no dia 18 de maio.

Com Reuters

Continua após a publicidade
Publicidade