Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Papa Francisco pede compartilhamento de vacinas entre países

"Face a um desafio que não conhece fronteiras, não podemos erguer muros", afirmou o pontífice, em discurso transmitido de ambiente fechado

Por Da Redação 25 dez 2020, 10h34

A expectativa pela vacinação, questão urgente no mundo inteiro, foi o tema principal da mensagem natalina do papa Francisco, nesta sexta (25). O pontífice pediu que os países compartilhem os imunizantes e criticou os “muros do nacionalismo” em tempos de pandemia.

O tradicional discurso “urbi et orbi” (para a cidade e o mundo) foi feito de forma virtual, de dentro do Vaticano, em vez da sacada central da Basílica de São Pedro.

Na fala, o papa pediu por ajuda para as nações que sofrem com crises na pandemia. “Neste momento da história, marcado pela crise ecológica e pelas graves desigualdades econômicas e sociais agravados pela pandemia, é muito mais importante para nós reconhecermos os outros como irmãos e irmãs”, disse.

Francisco defendeu que a vacinação é uma uma questão internacional. “Possa o Filho de Deus renovar o espírito de cooperação internacional nos líderes de governo, começando com a saúde, de modo que todos tenham acesso garantido a vacinas e tratamento. Face a um desafio que não conhece fronteiras, não podemos erguer muros. Nós todos estamos no mesmo barco”, afirmou.

Os italianos estão sob lockdown nacional durante o feriado de Natal. Por isso, a mensagem do papa teve que ser transmitida em ambiente fechado.

Continua após a publicidade
Publicidade