Clique e assine a partir de 9,90/mês

Wagner diz que Haddad cogita anunciar três nomes para eventual governo

Segundo coordenador de campanha e senador eleito pela Bahia, presidenciável quer definir ministros da Fazenda, Educação e Justiça

Por Rodrigo Daniel Silva - Atualizado em 11 Oct 2018, 08h44 - Publicado em 11 Oct 2018, 08h13

O senador eleito e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), afirmou que Fernando Haddad (PT) pode anunciar três nomes que vão integrar um eventual governo.

Segundo o petista, o presidenciável cogita anunciar os ministros da Fazenda, Educação e Justiça.

“Fui conversando com ele e senti a preocupação dele com isso”, declarou Wagner, que é um dos coordenadores da campanha, em entrevista em Salvador.

De acordo com Wagner, o nome cotado para a Fazenda “não será alguém do mercado financeiro”, mas o anúncio tem a intenção de acalmar o mercado. A divulgação do possível titular da Educação terá o intuito de rebater ataques de Jair Bolsonaro (PSL) ao projeto Escola sem Homofobia, chamado pelos críticos de “kit gay”. O provável nomeado para a Justiça também deve ser revelado para reforçar a aposta em pautas de segurança pública.

Continua após a publicidade

Perguntado se Ciro Gomes (PDT) poderia ser um dos nomes, Wagner afirmou que o pedetista é um “tremendo quadro”, mas acredita que dificilmente o cearense aceitaria compor o governo petista.

O ex-governador voltou a negar que estará na eventual gestão. “Eu não serei ministro. Não pretendo ir para o Executivo. Eu fui eleito pelo povo da Bahia para ser senador”, ressaltou.

Wagner criticou o adversário Jair Bolsonaro por não ir aos debates na TV. “Ele está se tornando valente fujão. É o que ele é. Ele é o valente de bravata”, atacou.

Publicidade