Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Vice-presidente da Mendes Júnior passa mal e é internado

Preso pela Polícia Federal em Curitiba, Sérgio Mendes tem suspeita de pedra nos rins. Ele está internado no Hospital Santa Cruz

Por Daniel Haidar, de Curitiba 14 jan 2015, 20h25

O vice-presidente e sócio da Mendes Júnior, Sérgio Mendes, passou mal na tarde desta quarta-feira e teve de ser internado para atendimento médico. Ele está preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba desde 15 de novembro. Na ocasião, Sérgio Mendes se entregou de jatinho. No dia anterior, ele havia sido procurado na deflagração da sétima fase da Operação Lava Jato.

Mendes reclamou de fortes dores aos carcereiros. Uma ambulância foi solicitada ao Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). Após avaliação inicial, ele foi encaminhado ao Hospital Santa Cruz. O diagnóstico preliminar é que as dores sejam causadas por uma crise de pedras nos rins.

O executivo foi um dos poucos que admitiu o pagamento de propina ao doleiro Alberto Youssef. Os policiais da Lava Jato encontraram cópias de contratos fechados por empresas de fachadas do doleiro e a Mendes Júnior. Depois de preso, o vice-presidente admitiu que eram contratos de fachada e que desembolsou um total de 8 milhões de reais em suborno.

Segundo a denúncia do Ministério Público, os pagamentos foram feitos em troca de facilidades em contratos da Diretoria de Abastecimento da Petrobras, no período em que Paulo Roberto Costa comandou a área. Mas o empresário alega que foi achacado e teve de fazer os desembolsos para que sua empresa não fosse “prejudicada”.

Leia também:

Advogado de Cerveró questiona: por que Graça Foster não foi presa?

Nestor Cerveró é preso pela Polícia Federal no Rio

Continua após a publicidade
Publicidade